News

É necessário aumentar a segurança nos meios de pagamentos digitais

set 25, 2020, 10:07 por Equipe de Comunicação Portal CryptoID

É necessário aumentar a segurança nos meios de pagamentos digitais

A tendência das compras online apresentou grandes avanços nos últimos anos, e com a transformação digital impulsionada pela pandemia, esses avanços foram ainda mais expressivos. Segundo a  42ª edição do Webshoppers, estudo sobre o e-commerce do País elaborado semestralmente pela Ebit|Nielsen, em parceria com a Elo, o e-commerce brasileiro registrou um aumento de 47% no primeiro semestre de 2020, a maior alta em 20 anos.

A pesquisa ainda aponta que os adeptos do e-commerce no Brasil cresceram 40%, somando 41 milhões no total. Outro dado importante é que a confiança nos meios de pagamentos digitais, levaram 7,3 milhões de brasileiros a comprar online pela primeira vez.

O comportamento do consumidor mudou. O perfil anteriormente de um consumidor desconfiado, transformou-se em um perfil destemido, curioso, e que precisou se reinventar para consumir e se adaptar aos novos modelos de pagamentos.

Comprar por aplicativo, pagar pelo QR Code e usar as carteiras digitais, não é mais um problema. As possibilidades são inúmeras, desde que se tenha em mãos um smartphone ou computador com internet.

Mas estamos enfrentando um problema relacionado à segurança digital, afinal, todo avanço traz suas implicações, e não seria diferente com os meios de pagamentos. De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), 54% dos vazamentos de dados de cartão de crédito e débito tiveram origem no Brasil ao longo do segundo trimestre de 2020.

Outra informação importante pode ser encontrada no relatório Spam and Phishing da Kaspersky, ele indica que o Brasil é o quinto país que mais sofreu tentativas de phishing no segundo semestre deste ano.

A pesquisa revela que, 1 em cada 8 brasileiros já sofreu tentativas de ataques.

phishing é um tipo de ataque online em que um cibercriminoso engana as vítimas para que forneçam informações financeiras e dados pessoais, através de um link ou arquivo muito semelhante ao verdadeiro. A cada dia, esses ataques têm se tornado mais sofisticados, já que os hackers mandam mensagens bastante convincentes, que podem confundir e enganar as pessoas. 

Um exemplo muito comum é receber um alerta do banco por e-mail ou serviços de mensagem. Ao clicar no link, você é automaticamente levado para uma página que se parece com a do banco, mas que na verdade, foi uma página criada unicamente para aplicar golpes. O alerta indica que há um problema com a sua conta e pede a confirmação de login e senha. Ao informar seus dados, os hackers conseguirão roubar as suas informações. Outro ponto de atenção, foi que os cibercriminosos se aproveitaram da pandemia para oferecer kits de máscaras e álcool gel, ou isenção da tarifa de energia concedida pelo governo federal.

Para evitar estes transtornos no dia a dia do consumidor e das empresas, é necessário reforçar a segurança cibernética através da proteção de um antivírus que impeça a abertura de links maliciosos, seja no smartphone ou computador. As ferramentas de proteção evitam prejuízos e danos financeiros, além de ser recomendadas para todos os tipos de empresas, desde startups, até as grandes indústrias.

Uma das escolhas de proteção e segurança dos dados pode ser a nuvem, com um pacote completo de tecnologias, protocolos e melhores práticas que protege os ambientes de computação em nuvem, aplicativos em execução na nuvem e dados mantidos na nuvem. Os dados são o novo petróleo, e proteger essas informações não é mais uma opção, é o que irá determinar a saúde financeira de uma pessoa e a longevidade de um negócio.

Sobre a APLEX

Com foco em segurança digital, a APLEX é uma distribuidora de tecnologia que foi fundada em 2016 e se destaca pelo crescimento rápido e desenvolvimento intenso de novos parceiros. Conta com uma equipe técnica altamente especializada e certificada pelo fabricante, capaz de atualizar os parceiros de negócio de forma que estejam em sincronia com as exigências do mercado. É capaz de apoiar o parceiro de pequenas até em grandes oportunidades de venda, desde o startup da solução até o monitoramento e resolução de incidentes, sempre apoiada nos melhores produtos de segurança do mercado, Kaspersky LAB, que abrangem revendas em todo o território nacional.

Sobre João Carlos Alonso

João Carlos Alonso possui 25 anos de experiência em liderança de equipes de vendas e no desenvolvimento de produtos de automação comercial. Já desempenhou a função de gerente de contas na Itautec, e de negócios por 21 anos na CDC Brasil, empresa adquirida pela ScanSource, onde também atuou como diretor por 4 anos. Na ScanSource, o executivo participou ativamente da consolidação dos negócios da empresa, que é uma das maiores distribuidoras de Automação Comercial do país. Assumiu na APLEX em agosto de 2020, a liderança estratégica de atuação em todo território nacional.

Confira a reportagem no Portal CryptoID clicando aqui.